Rip Curl Pro Playa Grande começa sexta-feira na Argentina

Rip Curl Pro Playa Grande começa sexta-feira na Argentina

Os 81 surfistas de oito países que aguardam desde terça-feira para competir no QS 1500 masculino e no QS 1000 feminino vão entrar em ação na terceira etapa da WSL South America esse ano

Rip Curl Pro Argentina (Cartaz)

As ondas até começaram a aparecer na quinta-feira em Biologia, mas os próprios surfistas e a comissão técnica preferiram as melhores condições previstas para a sexta-feira para iniciar o Rip Curl Pro Playa Grande na Argentina. São 81 participantes de oito países que aguardam desde terça-feira para competir no QS 1500 masculino e no QS 1000 feminino em Mar del Plata. A primeira chamada da sexta-feira será as 7h40 na Playa Grande para as duas categorias. A etapa argentina é a terceira do WSL Qualifying Series organizada pela ASP South America esse ano, a primeira para as meninas disputarem pontos nos rankings que definem os campeões sul-americanos da temporada.

Se a comissão técnica decidir que a sétima edição do Rip Curl Pro Playa Grande será iniciada pelo QS 1000 feminino, a atual bicampeã sul-americana Dominic Barona, que está invicta na Argentina, vai estrear na primeira bateria do dia com a argentina Catalina Mercere e a brasileira Julia Duarte. As duas melhores avançam para a segunda fase nas oito baterias em que foram divididas as 23 inscritas de sete países, da propria Argentina e Brasil, Peru, Chile, Estados Unidos, Mexico e Equador da vencedora das duas únicas vezes que teve etapa feminina em Mar del Plata, Dominic Barona.

Caso o Rip Curl Pro Playa Grande comece pelo QS 1500 masculino, o único surfista que pode conseguir um inédito bicampeonato esse ano na Argentina, entre os 58 participantes de cinco países, é quem vai entrar na primeira bateria da sexta-feira. Em 2017, o paulista Thiago Camarão iniciou sua trajetória rumo ao título sul-americano daquela temporada com vitória em Mar del Plata, onde os brasileiros ganharam todas as seis edições até o ano passado. A hegemonia verde-amarela começou com o paranaense Jihad Khodr ganhando a primeira em 2013 e depois os paulistas dominaram o alto do pódio na Argentina.

Acompanhem o Rip Curl Pro Playa Grande ao vivo da Argentina pelo www.worldsurfleague.com a partir desta sexta-feira até as decisões dos títulos no Domingo de Páscoa


CAMPEÕES DO RIP CURL PRO ARGENTINA:

2018: Wesley Santos (BRA-SP) e Dominic Barona (EQU)

2017: Thiago Camarão (BRA-SP) e Dominic Barona (EQU)

2016: Flavio Nakagima (BRA-SP)

2015: Robson Santos (BRA-SP)

2014: Alex Ribeiro (BRA-SP)

2013: Jihad Khodr (BRA-PR)

BATERIAS DO RIP CURL PRO PLAYA GRANDE 2019:

PRIMEIRA FASE DO QS 1500 – 3.o=33.o lugar (180 pts) e 4.o=49.o lugar (165 pts):

1.a: Thiago Camarão (BRA), Alax Soares (BRA), Gabriel André (BRA)

2.a: Leonardo Barcelos (BRA), Martin Passeri (ARG), Sergio P. Souza (BRA), Jeronimo Ane (ARG)

3.a: Gustavo Bertotto (BRA), Ryan Kainalo (BRA), Arthur Cerqueira (BRA)

4.a: Nicolas Vargas (CHL), Gustavo Dvorquez (CHL), Gaspar Larragneguy (ARG), Yago Vaz (BRA)

5.a: Tomas Tudela (PER), Brayner Silva (BRA), Caio Costa (BRA)

6.a: Matheus Navarro (BRA), Pedro Dib (BRA), Eric Monteiro (BRA)

7.a: Leandro Usuna (ARG), Kaue Germano (BRA), Felipe Oliveira (BRA), Nicolas Hermida (ARG)

8.a: Igor Moraes (BRA), Aldo Chirinos (CRI), Marcelo Rodriguez (ARG), Victor Costa (BRA)

9.a: Lucca Mesinas (PER), Daniel Adisaka (BRA), Brian Perez (ARG)

10: Jhonny Guerrero (PER), Luan Wood (BRA), Icaro Rodrigues (BRA), Santiago Alegria Mena (ARG)

11: Facundo Arreyes (ARG), Juan Ruggiero (ARG), Cristobal Montecinos (CHL), Julian Serres (ARG)

12: Lucas Vicente (BRA), Mateus Sena (BRA), Pedro Bianchini (BRA), Ignacio Ruggiero (ARG)

13: Samuel Pupo (BRA), João Jucoski (BRA), Luciano Brulher (BRA)

14: Roberto Araki (CHL), Alex Lima (BRA), Radziunas Franco (ARG), Giuliano Arreyes (ARG)

15: Wesley Leite (BRA), Yuri Schoenau (BRA), Uriel Sposaro (BRA), Deyvson Santos (BRA)

16: Pedro Nogueira (BRA), Andres Mondo Prados (ARG), Nazareno Pereyra (ARG), Francisco Rodriguez Oteriño (ARG)

PRIMEIRA FASE DO QS 1000 FEMININO – 3.a=17.o lugar com 200 pontos:

1.a: Dominic Barona (EQU), Catalina Mercere (ARG), Julia Duarte (BRA)

2.a: Karol Ribeiro (BRA), Daniela Rosas (PER)

3.a: Lucia Indurain (ARG), Lucia Cosoleto (ARG), Bruna Carderelli (BRA)

4.a: Monik Santos (BRA), Kaleigh Gilchrist (EUA), Maya Larripa (MEX)

5.a: Josefina Ané (ARG), Brooke Daigneault (EUA), Ornella Pellizzari (ARG)

6.a: Jessica Anderson (CHL), Yanca Costa (BRA), Sol Galindo (ARG)

7.a: Lorena Fica (CHL), Camila Cassia (BRA), Potyra Dominguez (BRA)

8.a: Taina Hinckel (BRA), Mar del Solar (PER), Maju Freitas (BRA)


Divulgação por: João Carvalho WSL South America Media Manager

www.worldsurfleague.com

(Visited 23 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.