Wiggolly Dantas e Yanca Costa faturam o Surf Treino Itamambuca, em Ubatuba

Wiggolly Dantas e Yanca Costa faturam o Surf Treino Itamambuca, em Ubatuba

EVENTO REUNIU NOMES DE PONTA, ATÉ DE OUTROS ESTADOS, E CUMPRIU OS PROTOCOLOS DE SEGURANÇA DO COVID-19, COM TESTES EM TODOS OS COMPETIDORES ANTES DAS DISPUTAS

Confirmando o altíssimo nível técnico, Wiggolly Dantas e Yanca Costa foram os grandes vencedores do Família Dantas e o The Surf Club SCCP apresentam Surf Treino Itamambuca, encerrado neste domingo (27), na Praia de Itamambuca, em Ubatuba. O evento marcou a estreia do Corinthians em disputas da modalidade – com a presença da vice-presidente do Clube, Edna Murad – unindo-se à família Dantas, muito tradicional no surf e em Ubatuba.

Nomes de ponta prestigiaram a competição que cumpriu os protocolos de segurança do Covid-19, inclusive com todos os atletas fazendo o teste antes de iniciarem suas participações. “Só era liberado para competir, depois apresentar o resultado do exame de sangue. Tivemos essa preocupação com os competidores e foi uma forma de conscientização. Todo mundo usando máscara, cabine de álcool em gel, também para o público”, afirmou Eliane Dantas, organizadora.

“Foi espetacular, com as 120 vagas preenchidas. A vice-presidente do Corinthians, Edna Murad, acompanhou tudo nos dois dias e interagindo com todos, distribuição de brindes e mesa de frutas. Foi um início de sucesso”, reforçou Eliane, mãe de Wiggolly, e que organizou o evento junto com seu filho mais velho, Wellington Carane.

Ela também agradeceu os patrocinadores principais do campeonato. “A Tony Veículos, que deu a moto, o prêmio principal, a Uba Surf Motors e a DK Fisioterapia, muito importantes e também tenho de destacar a nova parceria com o Corinthians, que ajudou muito, e a Acesso Saúde, que disponibilizou os testes de Covid, bem como médicos e enfermeiros no local, e foi bem importante para a segurança de todos”, comentou.

Nas ondas, Wiggolly, o filho mais famoso da família, não decepcionou. Ex-atleta do Championship Tour (CT) e com boas chances de retornar à elite mundial, Guigui venceu uma final muito forte, desbancando outro talento local, Diego Aguiar, com vários títulos paulistas de base, o ex-campeão sul-americano Thiago Camarão, de São Sebastião, e seu irmão caçula, Wesley Dantas, que tem no currículo o título mundial júnior.

Abriu sua apresentação logo com um 7,83, mas depois descartou essa nota, garantindo um 8,83 e depois um 8,04, para marcar 16,89 pontos de 20 possíveis. Nenhum dos três rivais na decisão chegou a ameaçar sua conquista, que valeu uma moto Honda PCX e R$ 1 mil.

“Foi incrível competir e vencer em casa. Foi alto nível. Uma galera muito boa. Competi para curtir, colocar a lycra, aproveitar o momento, mas depois da semi muito forte, contra o Hizu (Hizunomê Bettero) e o Camarão, entrei na final e pensei: chegou a hora de focar e ganhar. O Wesley estava quebrando, achei que ia ganhar, mas eu estava focado”, contou Wiggolly, feliz em vencer o campeonato de seus mais recentes patrocinadores, a Tony Veículos e o Corinthians, através do Departamento de Esportes Radicais do Clube.

Guigui, que é o sexto do ranking do Qualifying Series (QS) e esse ano venceu a etapa de Pipeline, aproveitou para agradecer os responsáveis pelo Surf Treino Itamambuca, em especial sua mãe, “que cuida de tudo”, e seu irmão Carane, que é técnico e team manager da equipe do Corinthians. “Também a dona Edna, vice-presidente do Corinthians, e sua filha Karen, que é assessora do Departamento de Esportes Radicais do Corinthians, o Marcelo Silva, diretor do Departamento de Esportes Radicais do Corinthians, o Carlos Freitas, repórter das quebradas e assessor de surf do Corinthians, também a Kátia Oscalis e o Fábio Lima, da organização do evento”, disse.

“Foi muito irado, a galera ficou amarradona”, complementou Wiggolly, que por cinco anos realizou, também em Itamambuca, o Circuito Brasileiro de Surf Feminino, colaborando diretamente para o crescimento da categoria, evento que só não foi realizado esse ano, por conta da pandemia do coronavírus.

Na disputa feminina, a cearense radicada no Rio de Janeiro, Yanca Costa também foi superior às adversárias e sua nota 8,33 fez a diferença. Como prêmio, ela faturou R$ 1 mil e um skate elétrico  (Hoverboard). O talento local, Nairê Marquez, que vinha de vitória na sub16, ficou em segundo lugar, seguida de outra ubatubense, Açucena Vaz, e da carioca Mariana Areno. “Foi muito bom voltar a competir aqui em Itamambuca. Já estava ansiosa pra voltar a competir e sendo em Itamambuca foi melhor ainda. Amo essa onda e estar aqui é uma vibe muito boa”, vibrou Yanca.

O Surf Treino Itamambuca também contou com as categorias de base. Na sub16 masculina, Ryan Kainalo confirmou o favoritismo, venceu Patrick Plachi, do Paraná, Kauã Kampos e Murillo Coura, ambos de São Sebastião. Na feminina, Nairê foi a melhor, ficando na frente da paranaense Luara Mandelli, e duas sebastianenses, Giovana Donatto e Mayara Zampieri.

Luara foi a vitoriosa na sub12 feminina, com Aurora Ribeiro, de Ubatuba, na segunda posição, Maria Beatriz, de Praia Grande, em terceiro e Sarah Ozório, do Rio de Janeiro, em quarto. Já entre os meninos, domínio de Ubatuba, com o primeiro lugar com Kailani Rennó, atual bicampeão paulista e filho do big rider Zecão. João Vitor foi o vice-campeão, seguido de Calebe Simões e Pedro Henrique, confirmando uma nova e ótima “safra” nas ondas ubatubenses.

O Família Dantas e o The Surf Club SCCP apresentam Surf Treino Itamambuca teve os patrocínios de Tony Veículos, Uba Surf Motors e DK Fisioterapia. Apoios de Byrne, Farma Conde, Super Kort, Gangster, Pigmeu, Water Classic, Pico da Tribo, Surfavel, WG, Venal Surf Board, Fu Wax, All Blanks, No Click Certo, Caiçara Hamburgueria Artesanal, Silva Indaiá, Marinho Sushi e Grelhados, Cauana Hortifruti, Acesso Saúde, Blocos de Lajes N. Sra. Do Perpétuo Socorro. Divulgação Repórter das Quebradas, Adventure TV, Com Brasil TV, com supervisão da Associação Ubatuba de Surf e Prefeitura Municipal de Ubatuba.

 

RESULTADOS FINAIS

CATEGORIA PRO-AM MASCULINA

1 Wiggolly Dantas – Ubatuba – 16,89

2 Diego Aguiar – Ubatuba – 11,93

3 Thiago Camarão – São Sebastião – 10,60

4 Wesley Dantas – Ubatuba – 9,50

 

CATEGORIA PRO-AM FEMININA

1 Yanca Costa – CE (RJ) – 15,00

2 Nairê Marquez – Ubatuba – 9,37

3 Açucena Vaz – Ubatuba – 9,27

4 Mariana Areno – RJ – 6,10

 

CATEGORIA SUB16 MASCULINA

1 Ryan Kainalo – Ubatuba – 15,50

2 Patrick Plachi – PR – 13,93

3 Kauã Campos – São Sebastião – 10,14

4 Murillo Coura – São Sebastião – 9,10

 

CATEGORIA SUB16 FEMININA

1 Nairê Marquez – Ubatuba – 10,50

2 Luara Mandelli – PR – 9,00

3 Giovana Donatto – São Sebastião – 8,97

4 Mayara Zampieri – São Sebastião – 8,66

 

CATEGORIA SUB12 MASCULINA

1 Kailani Rennó – Ubatuba – 14,00

2 João Vitor – Ubatuba – 11,03

3 Calebe Simões – Ubatuba – 9,70

4 Pedro Henrique – Ubatuba – 8,30

CATEGORIA SUB12 FEMININA

1 Luara Mandelli – PR – 13,17

2 Aurora Ribeiro – Ubatuba – 7,04

3 Maria Beatriz – Praia Grande – 6,60

4 Sarah Ozório – RJ – 6,57


CRÉDITOS NOCLICKCERTO, ELTON HERRERIAS E THIAGO LIGABO


Divulgação e créditos por: FMA NOTÍCIAS – Fábio Maradei

(Visited 22 times, 5 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.